História

A história da JCW

No anseio de obter melhores condições de sustentabilidade para sua família, José Carlos Wensing e sua esposa foram, aos poucos, introduzindo a suinocultura em suas atividades laborais, que inicialmente era o plantio e cultivo de fumo, feijão, milho e outros produtos agrícolas. Com a expansão da suinocultura no Estado, o mercado ficou saturado e a rentabilidade, obtida anteriormente com a criação e a venda de suínos, estava ficando cada vez mais prejudicada, segundo depoimento do Sr. José Carlos Wensing, proprietário. Por outro lado, o mercado para a industrialização da carne suína crescia consideravelmente, acompanhando o ritmo geral da economia brasileira. Nasceu então, em meados de 1980, um pequeno abatedouro frigorífico, denominado Frigorífico José Carlos Wensing Ltda, na propriedade rural do casal em Morro do Boi, município de Armazém, Santa Catarina. Na época, segundo o proprietário, “a industrialização do suíno dava bastante lucro e o mercado era controlado por apenas dois ou três frigoríficos”. Assim, o casal, com a ajuda de apenas um funcionário, abatia cerca de sete suínos por semana, sendo que os produtos eram somente a carne in natura e a linguiça pura. As vendas dessas mercadorias manufaturadas eram produzidas pelo próprio Sr. José Carlos que, utilizando como meio de transporte um fusca, passava de casa em casa oferecendo seus produtos. Aos poucos, sua clientela foi sendo conquistada e o pequeno abatedouro necessitou de uma infraestrutura mais adequada para atender à demanda e as exigências comerciais que se lançava. Em dia 11 de setembro de 1997 foi construída a sede atual do Frigorífico José Carlos Wensing Ltda., na localidade de São Cristóvão, município de Armazém, Estado de Santa Catarina, desenvolvida de acordo com os preceitos estipulados pela Vigilância Sanitária Federal, mesmo que a empresa tenha até o momento o Serviço de Inspeção Estadual. Uma unidade com área construída de aproximadamente 8.561,03 m2, com capacidade de abate de 500 suínos por dia. A empresa almeja entrar no mercado do comércio exterior, plano a ser desenvolvido e idealizado em longo prazo. Não obstante, a revista Globo Rural (ano 6, n° 70, p. 81-83, agosto de 1991, anexo p. 52), noticiou o exemplo do pequeno agricultor.